Seu navegador não suporta javascript!
Ministério Público do Estado de Mato Grosso
Página Inicial
 
Intranet
Acessar Intranet
MP na Mídia
23.11.17 10h42
Operação apreende 6 aeronaves agrícolas
23.11.17 10h38
8 aeronaves são interditadas em MT
22.11.17 09h52
MP pede alterações na concessão de incentivos fiscais no Estado
31.10.17 13h17
MP investiga gastos com fardamentos
31.10.17 13h14
MP marca audiência para resolver problema de som alto

Mais MP
Intranet
Acessar
Tamanho A A
DIÁRIO DE CUIABÁ

MP marca audiência para resolver problema de som alto

Terça, 31 de outubro de 2017, 13h14

ALINE ALMEIDA
Da Reportagem

O Ministério Público marcou para o próximo dia 14 uma audiência para resolver o impasse da poluição sonora causada pelo Coloiado Bar em Cuiabá. A decisão foi tomada como parte de um inquérito civil instaurado pelo órgão ministerial no último dia 25. Deve comparecer a audiência representante do empreendimento e da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano.

Na ocasião as partes devem informar acerca de eventuais licenças/autorizações expedidas para o Coloiado. Além de explicar sobre a compatibilidade das atividades exercidas com a área em que se localiza, regularidade da atividade e eventuais medidas adotadas, inerentes ao poder-dever de polícia do município.

A denúncia sobre poluição sonora foi feita pelo Ministério Público Estadual (MPE), por meio da 17ª Promotoria de Justiça de Defesa da Ordem Urbanística e do Patrimônio Cultural de Cuiabá. O Coloiado Bar Ltda., conhecido como Coloiado Food Park está localizado na Avenida Tancredo Neves, no bairro Jardim Kennedy.

Segundo o Ministério Público, em agosto do ano passado fiscais da então Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Assuntos Fundiários autuaram o estabelecimento e seu gerente por terem causado poluição sonora em níveis que podem causar danos à saúde. Durante a inspeção foram apreendidos uma caixa de som, uma mesa de som e um equalizador.

Conforme auto de infração e relatório de avaliação ambiental foi realizada medição de ruído com distância de aproximadamente 30 metros do local, que aferiu ruído de 96 decibéis, o que caracteriza infração de natureza gravíssima por estar acima dos limites permitidos pela Lei municipal 3.819/99, chamada de Lei de Combate à Poluição Sonora, que estipula que o nível máximo para aquela área é de 55 decibéis.

O promotor Gerson Barbosa que conduz a investigação reforça que a emissão de ruídos acima dos limites suportáveis pelo ser humano pode acarretar numa série de problemas de saúde, entre eles a insônia, estresse e outros. Além de afrontar a legislação municipal, o estabelecimento também infringiu os critérios estabelecidos por uma resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) e pela Norma ABNT 10.151 e 10.152 e que a conduta praticada no Coloiado se configura crime ambiental.

A advogada do estabelecimento, Sara Graziela de Oliveira confirmou em entrevista anterior ao Diário que de fato houve, no ano passado uma vistoria logo que o estabelecimento abriu e estava passando por uma fase de adaptação. A advogada afirma que foram feitos os ajustes necessários. Sara afirma que o estabelecimento hoje tem todo cuidado em relação ao som. No entanto, por se tratar de um local aberto, a acústica é maior.

 
Compartilhe nas redes sociais
e-mail facebook twitter


Confira também:
23.11.17 10h42 » Operação apreende 6 aeronaves agrícolas
23.11.17 10h38 » 8 aeronaves são interditadas em MT
22.11.17 09h52 » MP pede alterações na concessão de incentivos fiscais no Estado
31.10.17 13h17 » MP investiga gastos com fardamentos
31.10.17 13h14 » MP marca audiência para resolver problema de som alto
20.10.17 10h09 » Polícia prende assaltantes de residências
20.10.17 10h06 » Valdir Piran se livra de tornozeleira
19.10.17 10h14 » Em nota, Gaeco repudia as declarações do cabo
19.10.17 10h09 » Juíza vai processar cabo da PM
19.10.17 10h04 » Aniversário é lembrado com protesto e pedidos
17.10.17 10h43 » Justiça bloqueia bens de Luciane Bezerra
17.10.17 10h40 » MP vai investigar irregularidades
11.10.17 10h37 » Selma nega afastar promotora de ação
11.10.17 10h34 » Documentos contradizem delação de Nadaf
10.10.17 13h18 » MPE denuncia Luciane por fraudes





youtube facebook facebook RSS








Galeria de Fotos
Mais Fotos
Entrevistas
Entrevistas
Buscar
Agenda e Eventos
Encontro Estadual do Ministério Público e Movimentos Sociais
Data: 30.11.2017
Informações: (65) 3613-5282
Regularização Fundiária Urbana: quadro atual e perspectivas a partir da Lei 13.465/2017
Data: 30.11.2017 - 01.12.2017
Informações: (65) 3613-5285
I Mostra Estudantil de Teatro
Data: 05.12.2017
Informações: (66) 3401-5276
Mais Agenda

Defender o regime democrático, a ordem jurídica e os interesses sociais e individuais indisponíveis, buscando a justiça social e o pleno exercício da cidadania.

» A Instituição » Teclas de Atalho » Corregedoria-Geral
» Acessibilidade » Projetos » Controle Interno
» Concursos » Departamentos » Gestão Ambiental - MP Sustentável
» Legislação » Licitações » Links
» Lotacionograma » Notícias » Órgãos Auxiliares
» Planejamento Estratégico » Portal Transparência » Procuradorias de Justiça Especializadas
» Publicações DOE » Todos Contra as Drogas » Terceiro Setor

Procuradoria Geral de Justiça

Rua Quatro, s/nº

Centro Politico e Administrativo - Cuiabá/MT

CEP: 78049-921

Fone: (65) 3613-5100


Sede das Promotorias de Justiça da Capital

Av. Desembargador Milton Figueiredo Ferreira Mendes, s/nº

Setor D - Centro Politico e Administrativo - Cuiabá/MT

CEP: 78049-928

Fone: (65) 3611-0600

Horário de atendimento ao público externo e protocolo: 08h às 18h

Ministério Público do Estado de Mato Grosso - Procuradoria Geral de Justiça