Seu navegador não suporta javascript!
Ministério Público do Estado de Mato Grosso
Página Inicial
 
Intranet
Acessar Intranet
MP na Mídia
22.09.17 09h33
MPE aponta vícios formais
21.09.17 10h11
TJ mantém condenação de ex-prefeito Walace Guimarães
20.09.17 08h58
MPE pede bloqueio de bens de 3 deputados
20.09.17 08h54
Justiça condena João Emanuel a 13 anos
20.09.17 08h52
Justiça condena João Emanuel a 13 anos

Mais MP
Intranet
Acessar
Tamanho A A
NACIONAL

Livro sobre “Lei Anticorrupção Empresarial” é lançado com coautoria de Promotor de Justiça em MT

Por DA ASSESSORIA
Quinta, 18 de maio de 2017, 15h39

Coautor do Livro “Lei Anticorrupção Empresarial”, o promotor de Justiça em Mato Grosso, Reneé do Ó Souza, enfatiza que a obra tem o objetivo de apresentar a Lei Anticorrupção tanto para os operadores do Direito, como para administradores, empresários e todos aqueles que pretendem melhor entender este instrumento de combate à corrupção brasileira.

A obra, que também conta com a participação do promotor de Justiça em São Paulo, Rogério Sanches Cunha, faz uma abordagem da Lei Anticorrupção Empresarial enfrentado desde seus conceitos mais simples, como os limites da responsabilidade da objetiva, da tipologia criada pela lei, penas e sua dosimetria, etc., até as questões polêmicas que envolvem esse novo diploma legal.

Logo no início, os autores demonstram tratar-se de espécie normativa que se utiliza de princípios, conceitos jurídicos e técnicas de diversos ramos do direito, o que a caracteriza como espécie do direito sancionador que adota técnica de controle por meio de sanções de caráter preventivo e punitivo.

Apresentam como fundamentos constitucionais da Lei Anticorrupção o direito fundamental à probidade administrativa, a função social da empresa e o sistema de controle interno da gestão público, premissas que repercutem na maneira de interpretá-la e aplicá-la.

A obra trata com profundida e, sob várias perspectivas, do Programa de Integridade ou Compliance, desde seu conceito, características principais, parâmetros mínimos, natureza jurídica, até o seu efeito proemial e indutivo de comportamento social de natureza promocional. O Compliance é analisado como instrumento de uma política pública de combate a corrupção alvissareiro, principalmente porque tem potencial de multiplicar, em meio ao setor empresarial, no plano horizontal e na esfera privada, a percepção de que valores éticos e de probidade podem ser iniciativas de defesa da própria sociedade organizada, independente da atuação estatal.

Outro ponto de destaque é a análise sobre o Acordo de Leniência, instituto jurídico relacionado à investigação e coleta de provas na moderna atividade de combate à corrupção, propondo-se a uma análise sobre suas questões práticas e controvertidas.

 
Compartilhe nas redes sociais
e-mail facebook twitter


Confira também:
25.09.17 17h18 » MPE esclarece que inquérito não busca exclusão de tarifa social em Cuiabá
25.09.17 17h09 » MPE denuncia deputado e requer perda de mandato por crime ambiental
25.09.17 15h07 » MPE sedia palestra sobre adoção responsável de animais e maus tratos
25.09.17 14h38 » Mais três números do MPE são constatados na lista da “Grampolândia”
25.09.17 10h31 » MPE e parceiros fecham lixão e cooperativa de catadores é criada
25.09.17 10h22 » MPE requer em ação que projeto de construção de aterro sanitário seja apresentado em 90 dias
25.09.17 08h11 » TJ acata recurso do MPE e decreta a indisponibilidade de bens de ex-prefeito de Rondonópolis
22.09.17 17h58 » Drones ajudam MPE a identificar e mapear danos ocorridos em Áreas de Preservação Permanente
21.09.17 17h52 » Procurador de Justiça em MT critica projetos de lei que pretendem liberar caça e sustar lista de animais em extinção
21.09.17 13h04 » Justiça suspende contrato de serviços de sonorização e locação de palcos após ação do MPE
21.09.17 10h56 » CSMP divulga lista de inscritos
20.09.17 17h55 » Justiça acata pedido do MPE e decreta indisponibilidade de bens de ex-prefeito
20.09.17 14h56 » Ministério Público de Mato Grosso do Sul sugere 12 projetos para compartilhamento
20.09.17 12h50 » MPE requer em ação repasse imediato de mais de R$ 300 mil em atraso para área da saúde
19.09.17 18h33 » Gaeco requer rescisão de delação concedida a advogado





youtube facebook facebook RSS







Galeria de Fotos
Mais Fotos
Entrevistas
O Ministério Público, a Rua e a Gente
Por Emanuel Filartiga Escalante Ribeiro Promotor de Justiça em São Félix do Araguaia
Mais Entrevistas
Buscar
Agenda e Eventos
V Curso sobre o Tribunal do Júri
Data: 06.10.2017 - 07.10.2017
Informações: (65) 3613-5174
Curso - Efetividade e Atuação Resolutiva do Ministério Público
Data: 19.10.2017 - 20.10.2017
Informações: (65) 3613-5144
Mais Agenda

Defender o regime democrático, a ordem jurídica e os interesses sociais e individuais indisponíveis, buscando a justiça social e o pleno exercício da cidadania.

» A Instituição » Teclas de Atalho » Corregedoria-Geral
» Acessibilidade » Projetos » Controle Interno
» Concursos » Departamentos » Gestão Ambiental - MP Sustentável
» Legislação » Licitações » Links
» Lotacionograma » Notícias » Órgãos Auxiliares
» Planejamento Estratégico » Portal Transparência » Procuradorias de Justiça Especializadas
» Publicações DOE » Todos Contra as Drogas » Terceiro Setor

Procuradoria Geral de Justiça

Rua Quatro, s/nº

Centro Politico e Administrativo - Cuiabá/MT

CEP: 78049-921

Fone: (65) 3613-5100


Sede das Promotorias de Justiça da Capital

Av. Desembargador Milton Figueiredo Ferreira Mendes, s/nº

Setor D - Centro Politico e Administrativo - Cuiabá/MT

CEP: 78049-928

Fone: (65) 3611-0600

Horário de atendimento ao público externo e protocolo: 08h às 18h

Ministério Público do Estado de Mato Grosso - Procuradoria Geral de Justiça