Seu navegador não suporta javascript!
Ministério Público do Estado de Mato Grosso
Página Inicial
 
Intranet
Acessar Intranet
MP na Mídia
21.07.17 11h09
CUIABÁ URGENTE
21.07.17 11h06
Perícia vai indicar responsáveis pelo despejo de esgoto em lagoa
21.07.17 10h56
Ex-aluno afirma que desistiu para não ser morto por Ledur
20.07.17 10h13
MPE denuncia 6 militares e pede a prisão de Ledur
20.07.17 10h09
Silval deu ordem para desvio

Mais MP
Intranet
Acessar
Tamanho A A
NACIONAL

Livro sobre “Lei Anticorrupção Empresarial” é lançado com coautoria de Promotor de Justiça em MT

Por DA ASSESSORIA
Quinta, 18 de maio de 2017, 15h39

Coautor do Livro “Lei Anticorrupção Empresarial”, o promotor de Justiça em Mato Grosso, Reneé do Ó Souza, enfatiza que a obra tem o objetivo de apresentar a Lei Anticorrupção tanto para os operadores do Direito, como para administradores, empresários e todos aqueles que pretendem melhor entender este instrumento de combate à corrupção brasileira.

A obra, que também conta com a participação do promotor de Justiça em São Paulo, Rogério Sanches Cunha, faz uma abordagem da Lei Anticorrupção Empresarial enfrentado desde seus conceitos mais simples, como os limites da responsabilidade da objetiva, da tipologia criada pela lei, penas e sua dosimetria, etc., até as questões polêmicas que envolvem esse novo diploma legal.

Logo no início, os autores demonstram tratar-se de espécie normativa que se utiliza de princípios, conceitos jurídicos e técnicas de diversos ramos do direito, o que a caracteriza como espécie do direito sancionador que adota técnica de controle por meio de sanções de caráter preventivo e punitivo.

Apresentam como fundamentos constitucionais da Lei Anticorrupção o direito fundamental à probidade administrativa, a função social da empresa e o sistema de controle interno da gestão público, premissas que repercutem na maneira de interpretá-la e aplicá-la.

A obra trata com profundida e, sob várias perspectivas, do Programa de Integridade ou Compliance, desde seu conceito, características principais, parâmetros mínimos, natureza jurídica, até o seu efeito proemial e indutivo de comportamento social de natureza promocional. O Compliance é analisado como instrumento de uma política pública de combate a corrupção alvissareiro, principalmente porque tem potencial de multiplicar, em meio ao setor empresarial, no plano horizontal e na esfera privada, a percepção de que valores éticos e de probidade podem ser iniciativas de defesa da própria sociedade organizada, independente da atuação estatal.

Outro ponto de destaque é a análise sobre o Acordo de Leniência, instituto jurídico relacionado à investigação e coleta de provas na moderna atividade de combate à corrupção, propondo-se a uma análise sobre suas questões práticas e controvertidas.

 
Compartilhe nas redes sociais
e-mail facebook twitter


Confira também:
26.07.17 08h23 » Promotoria requer liminar para impedir aumento ilegal para secretários e servidores comissionados
25.07.17 18h00 » MPE aposta no diálogo para resolver impasse da falta de vagas no sistema socioeducativo
25.07.17 15h43 » MPE notifica municípios para que travestis e transexuais possam usar ‘nome social’
25.07.17 10h40 » MPE instaura procedimento para apurar denúncia sobre alimentação insuficiente em penitenciária
25.07.17 10h24 » MPE atende a reivindicação de moradores de rua e ingressa com ação contra município
25.07.17 07h54 » MP notifica Estado para fazer campanhas de incentivo a doação de córneas
24.07.17 15h09 » Justiça acata pedido do MPE e obriga Estado a fornecer medicamentos de alto custo
21.07.17 16h19 » MPE obtém sentença e ex-prefeito e mais quatro são condenados por improbidade administrativa
21.07.17 14h19 » TAC estabelece que empresas devem esclarecer regras para empréstimo consignado
21.07.17 13h05 » MPE e entidades realizam mobilização para garantir participação da sociedade em audiência sobre Parque Estadual
20.07.17 17h01 » MPE notifica Estado para regularizar atendimento hospitalar às vítimas de violência sexual
20.07.17 15h53 » MPE articula reunião entre conselheiros tutelares e prefeito da Capital para melhorar atendimento
20.07.17 13h32 » MPE requer em ação que Estado forneça medicamentos de alto custo para pacientes
20.07.17 07h47 » Contratações de seguro levam MPE a ingressar com ação contra filial das “Casas Bahia”
19.07.17 15h00 » MPE denuncia e pede prisão de tenente acusada de torturar aluno durante treinamento





youtube facebook facebook RSS







Galeria de Fotos
Mais Fotos
Entrevistas
Entrevistas
Buscar
Agenda e Eventos
VII Encontro Estadual sobre o Tribunal do Júri
Data: 17.08.2017 - 18.08.2017
Informações: (65) 3613-5174
Mais Agenda

Defender o regime democrático, a ordem jurídica e os interesses sociais e individuais indisponíveis, buscando a justiça social e o pleno exercício da cidadania.

» A Instituição » Teclas de Atalho » Corregedoria-Geral
» Acessibilidade » Projetos » Controle Interno
» Concursos » Departamentos » Gestão Ambiental - MP Sustentável
» Legislação » Licitações » Links
» Lotacionograma » Notícias » Órgãos Auxiliares
» Planejamento Estratégico » Portal Transparência » Procuradorias de Justiça Especializadas
» Publicações DOE » Todos Contra as Drogas » Terceiro Setor

Procuradoria Geral de Justiça

Rua Quatro, s/nº

Centro Politico e Administrativo - Cuiabá/MT

CEP: 78049-921

Fone: (65) 3613-5100


Sede das Promotorias de Justiça da Capital

Av. Desembargador Milton Figueiredo Ferreira Mendes, s/nº

Setor D - Centro Politico e Administrativo - Cuiabá/MT

CEP: 78049-928

Fone: (65) 3611-0600

Horário de atendimento ao público externo e protocolo: 08h às 18h

Ministério Público do Estado de Mato Grosso - Procuradoria Geral de Justiça