Seu navegador não suporta javascript!
Ministério Público do Estado de Mato Grosso
Página Inicial
 
Intranet
Acessar Intranet
MP na Mídia
15.12.17 13h41
MP apura Food Park que teria sido construído sem licença
15.12.17 13h40
Agentes suspeitos de agressão são demitidos
15.12.17 13h35
Justiça mantém prisão de acusados
15.12.17 13h32
Maurício Guimarães é condenado
14.12.17 10h44
CNMP arquiva caso contra procuradores

Mais MP
Intranet
Acessar
Tamanho A A
CUIABÁ

MP requer melhorias em unidade de saúde do CPA IV

Por CRISTINA GOMES
Terça, 10 de outubro de 2017, 16h28

A demora nas filas de espera para consultas no Centro de Saúde do bairro CPA IV levou o Ministério Público do Estado de Mato Grosso, por meio da 7ª Promotoria de Justiça de Defesa da Cidadania, a ingressar com ação civil pública contra o Município de Cuiabá. O MPE requer ao Poder Judiciário a concessão de medida liminar que obrigue o Município, na pessoa de seu procurador-geral, no prazo de 120 dias a lotar na referida unidade o dobro de profissionais médicos hoje já existentes no local.

Na ação, o promotor de Justiça Alexandre de Matos Guedes solicita ainda que sejam adotadas medidas administrativas necessárias para que cesse qualquer limitação numérica de consultas no Centro de Saúde de modo que as mesmas ocorram durante todo o período de funcionamento das unidades sem qualquer restrição de dia ou horário. O promotor pleiteia que seja proibida a distribuição de senhas que produzam qualquer tipo de restrição no atendimento.

O pedido formulado pelo MP tem como base os depoimentos colhidos pela promotoria junto aos moradores do bairro que constataram que os usuários dos serviços oferecidos pela unidade de saúde para conseguir agendamento para as consultas estavam sendo  submetidos a enfrentar longas filas de espera que tinham início as 03h da manhã.
   
Segundo o promotor as '‘filas históricas’' na unidade se devem a dois fatores sendo o primeiro a limitação numérica das consultas feitas a cada dia, por conta disso são distribuídas senhas em número determinado sem levar em conta que dependendo do tempo médico dispensado em cada consulta acaba se cumprindo a quantidade preconizada de atendimentos em pouco tempo, sobrando expediente que poderia ser utilizado para atender novos pacientes e o fato de o território de referência da unidade de saúde abranger diversos bairros e assentamentos sendo área de expansão imobiliária e que portanto precisa de incremento nos serviços de atendimento médico propriamente ditos.

No pedido feito à Justiça o Ministério Público também solicita que no final do prazo o município providencie os equipamentos, insumos e espaço para que os profissionais médicos contratados em função do deferimento da providência possam exercer suas atividades de atendimento ao público.
 
Compartilhe nas redes sociais
e-mail facebook twitter


Confira também:
15.12.17 14h21 » Projeto “Bom na Escola, Bom de Bola” estimula estudantes com bom desempenho escolar
15.12.17 14h15 » MPE passa a contar com novo Portal a partir de segunda-feira (18)
14.12.17 17h53 » CSMP divulga lista de inscritos
14.12.17 15h46 » Encontro do MPE reúne membros e servidores para discutir o uso da tecnologia no aprimoramento da instituição
13.12.17 18h32 » Procurador-geral recebe medalha 'Homens do Mato'
13.12.17 17h37 » MPE e Procon notificam agências bancárias para que cumpram à legislação e atendam corretamente os clientes
13.12.17 14h22 » MP/MT promove Encontro Estadual nesta quinta e sexta-feira
13.12.17 08h46 » Rede de Proteção a Pessoas em Situação de Violência lança guia de serviços
13.12.17 07h48 » Palestra aborda mudanças na Lei que trata crimes militares
12.12.17 18h05 » Conselho Superior do Ministério Público divulga nove editais
12.12.17 17h34 » Conselho Superior do Ministério Público divulga resultado dos editais 303 e 304
12.12.17 14h49 » Instituições promovem qualificação para ensinar técnicas de recuperação de áreas degradadas nas margens do Rio Vermelho
12.12.17 13h59 » Justiça acata pedido do MPE e decreta indisponibilidade de bens de ex-prefeito e mais quatro pessoas
12.12.17 13h53 » Após descumprir TAC, JBS terá que devolver área ao Município
12.12.17 13h21 » Justiça decreta indisponibilidade de bens de ex-prefeito que não pagou conta de energia





youtube facebook facebook RSS









Galeria de Fotos
Mais Fotos
Entrevistas
Entrevistas
Buscar
Agenda e Eventos
Audiência Pública - Sorriso
Data: 12.03.2018
Informações: 066 3544 3994
Mais Agenda

Defender o regime democrático, a ordem jurídica e os interesses sociais e individuais indisponíveis, buscando a justiça social e o pleno exercício da cidadania.

» A Instituição » Teclas de Atalho » Corregedoria-Geral
» Acessibilidade » Projetos » Controle Interno
» Concursos » Departamentos » Gestão Ambiental - MP Sustentável
» Legislação » Licitações » Links
» Lotacionograma » Notícias » Órgãos Auxiliares
» Planejamento Estratégico » Portal Transparência » Procuradorias de Justiça Especializadas
» Publicações DOE » Todos Contra as Drogas » Terceiro Setor

Procuradoria Geral de Justiça

Rua Quatro, s/nº

Centro Politico e Administrativo - Cuiabá/MT

CEP: 78049-921

Fone: (65) 3613-5100


Sede das Promotorias de Justiça da Capital

Av. Desembargador Milton Figueiredo Ferreira Mendes, s/nº

Setor D - Centro Politico e Administrativo - Cuiabá/MT

CEP: 78049-928

Fone: (65) 3611-0600

Horário de atendimento ao público externo e protocolo: 08h às 18h

Ministério Público do Estado de Mato Grosso - Procuradoria Geral de Justiça