Seu navegador não suporta javascript!
Ministério Público do Estado de Mato Grosso
Página Inicial
 
Intranet
Acessar Intranet
MP na Mídia
20.10.17 10h09
Polícia prende assaltantes de residências
20.10.17 10h06
Valdir Piran se livra de tornozeleira
19.10.17 10h14
Em nota, Gaeco repudia as declarações do cabo
19.10.17 10h09
Juíza vai processar cabo da PM
19.10.17 10h04
Aniversário é lembrado com protesto e pedidos

Mais MP
Intranet
Acessar
Tamanho A A
DESDOBRAMENTO DA RÊMORA

MPE oferece denúncia contra deputado estadual acusado de liderar esquema na Seduc

Por CLÊNIA GORETH
Quarta, 11 de outubro de 2017, 10h29

O Ministério Público do Estado de Mato Grosso, por meio do Núcleo de Ações de Competência Originária (NACO), ofereceu nesta terça-feira (11) denúncia contra o deputado estadual Guilherme Antônio Maluf por organização criminosa, corrupção passiva (20 vezes) e embaraçamento da investigação. A denúncia criminal é desdobramento da Operação Rêmora, realizada pelo Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco).

Consta na denúncia, que o deputado estadual teve a mesma participação de Alan Maluf na organização criminosa. Ele é acusado de integrar o núcleo de liderança da organização, sendo beneficiário direto de parcela da propina arrecadada, além de se valer das influências políticas proporcionadas pelo cargo eletivo para promover as articulações necessárias para o desenvolvimento dos esquemas criminosos voltados para solicitação e recebimento de propinas.

Conforme o MPE,  o núcleo de liderança da organização tinha ainda a participação do ex-secretário de Estado de Educação, Permínio Pinto Filho. Segundo o MPE, foi Alan Maluf que articulou junto ao ex-secretário de Educação a inserção de Giovani Belatto Guizaardi, pessoa de sua confiança com quem guarda parentesco, na condição de operador de cobrança e recebimento de vantagens ilícitas relacionadas a obras públicas da Seduc, garantindo assim o pleno controle sobre as atividades ilícitas do grupo delituoso.

“Foram as tratativas coordenadas de Alan Maluf e de Guilherme Maluf que garantiram a 'circusncrição' sobre o cargo de superintendente de Acompanhamento e Monitoramento da Estrutura Escolar – posto estratégico dentro da Seduc que garante o mecanismo de pressão sobre os empreiteiros para pagamento da propina, bem como de controle sobre tais pagamentos – em relação às nomeações tanto de Wander Luiz dos Reis quanto de Moises Dias da Silva”, diz a denúncia.

SOMBRA: Segundo o Ministério Público, as investigações demonstram que Permínio Pinto Filho, Alan Maluf e Guilherme Maluf se mantinham “nas sombras”, comandando e agindo por pessoas interpostas que se encontravam nas demais camadas da organização.

“As investigações demonstram que Giovani Belatto Guizardi é o “testa de ferro” dos aludidos servidores públicos, bem como de Alan Maluf e de Guilherme Maluf, é a pessoa quem faz o trabalho sujo a fim de ocultar a identidade dos verdadeiros solicitantes / recebedores da propina”, acrescentou.

Conforme o MPE, a  organização era composta pelos núcleos de lideranças, agentes públicos, operações e de empresários. Todos os integrantes do grupo já foram denunciados e já respondem a ações penais.

Na denúncia oferecida nesta terça-feira pelo NACO, além do deputado Guilherme Maluf, também foi denunciado o seu segurança por embaraçamento de investigação, Milton Flávio de Brito Arruda. Segundo o MPE, após a deflagração da primeira fase da operação Rêmora, a fim de garantir que Giovani Belatto Guizardi não revelasse sua atuação aos investigadores, Guilherme Maluf buscou intimidá-lo, utilizando-se para tanto, o seu segurança que é agente penitenciário  do Serviço de Operações Especiais e que, a época do fato, estava cedido à Assembleia Legislativa.
 
Compartilhe nas redes sociais
e-mail facebook twitter


Confira também:
20.10.17 15h52 » MPE, Senai e Conselho da Comunidade promovem cursos de qualificação em cadeia pública
20.10.17 15h26 » Justiça acata pedido do MPE e decreta indisponibilidade de bens de prefeito e secretária de Educação por fraude em licitação
20.10.17 15h25 » MPE reúne parceiros durante lançamento do projeto “Onde há educação, a corrupção não tem vez”
19.10.17 17h39 » Conselho Superior do Ministério Público divulga lista de inscritos em editais de remoção
19.10.17 14h45 » Madeiras utilizadas para construção de pesqueiros irregulares se transformam em parquinho infantil
19.10.17 13h49 » MPE entra com ação por falta de vagas para adolescentes que cometem atos infracionais graves
19.10.17 10h47 » MPE realiza curso para fomentar a atuação extrajudicial
18.10.17 18h00 » Instituições se articulam para criar mecanismo estadual de prevenção e combate à tortura
18.10.17 14h57 » MPE e parceiros lançam projeto “Onde há educação, a corrupção não tem vez” nesta quinta-feira (19.10)
18.10.17 14h32 » Gaeco defende legalidade de suas ações e diz ter “estranhado” depoimento de PM após STJ avocar investigação
18.10.17 14h18 » MPE celebra TAC para regularizar transporte coletivo urbano em Diamantino
17.10.17 10h01 » MPE e parceiros investigam origem da contaminação do Córrego Peraputanga
17.10.17 09h05 » Conselho Superior do Ministério Público divulga nove editais
16.10.17 13h05 » Após ação do MPE, prefeita de Juara tem bens bloqueados pela Justiça
16.10.17 10h57 » MPE realiza audiência pública para discutir questões ambientais relacionadas ao “Florais Chapada”





youtube facebook facebook RSS







Galeria de Fotos
Mais Fotos
Entrevistas
Entrevistas
Buscar
Agenda e Eventos
Curso - Efetividade e Atuação Resolutiva do Ministério Público
Data: 19.10.2017 - 20.10.2017
Informações: (65) 3613-5144
Mais Agenda

Defender o regime democrático, a ordem jurídica e os interesses sociais e individuais indisponíveis, buscando a justiça social e o pleno exercício da cidadania.

» A Instituição » Teclas de Atalho » Corregedoria-Geral
» Acessibilidade » Projetos » Controle Interno
» Concursos » Departamentos » Gestão Ambiental - MP Sustentável
» Legislação » Licitações » Links
» Lotacionograma » Notícias » Órgãos Auxiliares
» Planejamento Estratégico » Portal Transparência » Procuradorias de Justiça Especializadas
» Publicações DOE » Todos Contra as Drogas » Terceiro Setor

Procuradoria Geral de Justiça

Rua Quatro, s/nº

Centro Politico e Administrativo - Cuiabá/MT

CEP: 78049-921

Fone: (65) 3613-5100


Sede das Promotorias de Justiça da Capital

Av. Desembargador Milton Figueiredo Ferreira Mendes, s/nº

Setor D - Centro Politico e Administrativo - Cuiabá/MT

CEP: 78049-928

Fone: (65) 3611-0600

Horário de atendimento ao público externo e protocolo: 08h às 18h

Ministério Público do Estado de Mato Grosso - Procuradoria Geral de Justiça